Google+ Badge

Cemitério dos livros lidos...

Cemitério dos livros lidos...

Introdução ao Blogue

Porque muita gente associa "cemitério" a algo triste, quero desde já tirar essa ideia em relação a este blog ;) A ideia deste blog é simplesmente arrumar num cantinho especial e cuidado todos os livros que leio, afinal não é isso que fazemos com as pessoas das quais temos que dizer adeus? E por achar que todos eles são especiais e não nos aparecem na vida por acaso... já alguma vez ouviram um livro chamar-vos para a leitura? ;) Não? Então estejam atentos e vão ver como não o escolhem ou apareceu nas vossas mãos por acaso...;)

E sendo a vida no fundo um livro em branco, escrito por nós todos os dias, lembrei-me de "porque não ter um espaço de conversas entre livros sem ser sobre livros", onde possamos falar da actualidade, pensamentos, filhos, dúvidas, receios e partilhas? Ainda mais tendo em conta que sou uma portuguesa de gema, a viver em Buenos Aires... com uma filha pequena, que entende os pais em português, mas se expressa em "portenho"!!! :S lol

E já agora, porque não falarmos e deixarmos entrar um pouco também a minha profissão?... Nutricionista!;) São novas ideias para o ano de 2015 e penso sempre, se é para sonhar que seja em grande! ;)

E quem queira deixar um ou vários livros aqui basta seguir o que está escrito um pouco mais abaixo, do lado esquerdo! ;)

Espero que regressem várias vezes a esta divisão da net! ;)
Boas leituras! :)

Regras do Cemitério...

Eu respondo sempre aos vossos comentários, por isso se não tiver comentário de resposta... é porque ainda não li!;)

Toca a enviar livros ou então entrar apenas para conversar!!;) Vamos fazer deste cemitério um espaço cheio de vida!!;)

domingo, 7 de julho de 2013

Livro Nº28: Desistir Não É Opção! - Paulo Sousa Costa

Livro enviado pela Nocas:


Sinopse:

"Certo dia na praia, quando um casal de desconhecidos lhe perguntou a idade, o Paulinho disparou apressado: "Tenho sete anos." Mas não tinha, era uma mentira inocente de criança, que a um mês do aniversário queria impressionar... Ao lado, o pai fingiu não ouvir, com um sorriso nos lábios. Naquele momento, debaixo de um Sol radioso, ao ouvir o barulho das ondas, Paulo Sousa Costa desfrutava apenas do despreocupado amor pelo filho, no último dia de praia, no fim do último Verão que passariam juntos. O Paulo não sabia, nunca poderia imaginar, que o Paulinho não chegaria a fazer sete anos. Ao anjinho louro, de cabelo encaracolado, sobravam apenas 15 dias de vida. Num dia estava bom, no outro já não estava, levado por uma leucemia fulminante. Desistir Não é Opção é uma história de amor. De um menino que foi amado desde o dia em que foi concebido, a milhares de quilómetros de distância, numa Nova Iorque de sonho. É a aventura de um pai e de um filho que cresceram juntos, e se separaram abruptamente. O que o Paulo ensinou o filho a nunca desistir, e foi o que ele teve de aprender da pior maneira possível. E, em memória do anjinho louro, o pai prometeu a si próprio levantar-se e viver. Porque, como costumava dizer ao Paulinho sempre que ele enfrentava um obstáculo, Desistir não é Opção!"


Palavras de quem enviou o livro:


"Depois de não ler um livro desde 2006/2007 por aí. Ca vergonha.
Este livro deu-me uma nostalgia.
Fui logo escolher um livro de um pai que perde o filho com uma doença fulminante.

Posso dizer que este livro me comoveu e me tocou muito cá dentro. Percebi melhor uma relação de Pai para com um filho, um super Pai. A cumplicidade de dois seres, lindo!
É um livro que mexe muito com sentimentos maternais. Muitas vezes enquanto lia parava no tempo e imaginava-me na pele daquele pai e quando ele diz que desistir não é opção é precisa uma força divina para nos ajudar a viver e a sobreviver nesta vida injusta. Perder um filho para mim é o fim do mundo. 

Mas tenho um exemplo bem vivo na minha vida, quando eu com 7 anos me vejo no papel de irmã que perde um irmão de 12 meses, por maus tratos numa ama. E conviver durante anos com uma mãe a sofrer de uma dor que ninguém consegue imaginar. Foram anos a carregar com uma mãe triste e sofredora. 
Se hoje fosse vivo teria feito em Junho 29 anos. Chamava-se Rui Frederico e era loiro de olhos azuis. Portanto a minha Margarida tem muitos traços dele. 
Cheguei a pensar que um dia se tivesse um filho homem seria o nome que lhe poria Frederico. Mas por um lado era um massacre de sentimentos e saudades.

Podes utilizar o texto que quiseres para o cemitério dos livros"

Como selecionar partes deste texto? Não, decidi colocar todo!:) Em primeiro lugar tenho de referir que fiquei tão feliz por ter feito "mais uma vitima  literária"!!! ahahahah A Nocas é minha Amiga e aos poucos fui incentivando para ela regressar ás leituras, mesmo eu estando a tantos mil km de distância dela.... São as grandes vantagens das novas tecnologias!;) Por isso receber a noticias que tinha um livro para as férias e que quando regressou das férias já o tinha terminado e começado outro.... é qualquer coisa de... Maravilhoso!!!:) E a foto? Maravilhosa!! Obrigada Nocas!:)

Tal como disse quando coloquei este livro nos "Livros com reserva de lugar", esta é uma história que muitos de nós portugueses conhecemos pela comunicação social... mas acredito que ler deve ser muito forte psicologicamente, ainda mais para quem tem filhos pequenos..... 

Desse lado mais alguém leu? Opiniões?

Boas leituras! :) .... Ainda volto hoje para partilhar uma surpresa deste fim de semana!

1 comentário:

  1. * Esqueci-me de "falar" da parte forte da história de vida aqui partilhada pela Nocas... mas por já ter tido a oportunidade de falar com ela sobre isso! Recordo o choque desta revelação, porque talvez ainda tenha aquele lado de acreditar que etas histórias só existem nos filmes, ou bem longe de Portugal.... :( Uma criança morrer por maus tratos de uma ama é algo que nem tem palavras para se usar.... :(

    ResponderEliminar